segunda-feira, 27 de junho de 2016

Por que os dias da semana são nomeados em português de forma diferente?

Os antigos romanos davam aos dias da semana nomes de divindades pagãs: solis dies, lunæ dies, martis dies, mercurii dies, iovis dies, veneris dies, saturni dies (dia do Sol, da Lua, de Marte, de Mercúrio, de Júpiter, de Vênus, de Saturno). E na quase totalidade das línguas europeias — inclusive o galego-português, falado em grande parte do território luso até o século XV — conservou-se esse costume. Assim, o dia da Lua deu origem ao lunes espanhol, ao lundi dos franceses e ao Monday dos povos de fala inglesa.

Nem todos, entretanto, concordaram com esse critério. No século VI, São Martinho, Bispo de Braga, considerou impróprio de cristãos usar no calendário nomes de divindades pagãs e decidiu adotar no campo civil o modo eclesiástico de denominar esses dias: segunda-feira, terça-feira, quarta-feira, quinta-feira e sexta-feira. Os fiéis da diocese bracarense acolheram com entusiasmo sua ideia e, no decorrer do tempo, ela acabou prevalecendo no reino lusitano sobre a nomenclatura pagã do galego-português e demais línguas neolatinas.
Revista Arautos do Evangelho - jun 2015